sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Why we broke up


"You either have the feeling or you don't"

"Toda separação começa com uma história de amor". Em "Por isso a gente acabou" (Why we broke up, 2012), Daniel Handler conta ao leitor detalhes dessa história de amor, desde o seu início, através de objetos que marcaram de alguma forma um momento entre os dois. Min e Ed são dois adolescentes que não tem absolutamente nada em comum: ela é apaixonada por filmes e sonha em ser diretora de cinema e ele é o jogador de basquete mais popular e bonito do colégio. Os dois se conhecem em uma festa, se apaixonam e passam um período juntos. Mas essa história não dura muito.


Min, sofrendo com a separação, decide então reunir todos esses objetos que foi guardando a cada encontro com Ed em uma caixa para devolver tudo a ele e explicar,  mais para si mesma do que para Ed, o que fez com que a história dos dois chegasse ao fim, e oficializar em seu coração essa ruptura. O livro é então uma espécie de carta para explicar cada objeto, um museu afetivo de lembranças da relação. 

O livro conta com ilustrações de Maira Kalman, que dá vida a esses objetos, recolhidos com a delicadeza de quem sabe o valor de uma lembrança assim. Pode ser um papel usado para rabiscar um desenho em cima da mesa durante uma conversa em um café, um elástico que prendia o cabelo dela quando ele preferia que o cabelo estivesse solto, uma camiseta emprestada, pequenos detalhes que passariam despercebidos, não fosse o olhar de uma moça apaixonada.

No Brasil, o livro foi publicado pela Companhia das Letras em 2012 (selo Seguinte, destinado a jovens adultos), com tradução de Érico Assis.

Para ler um trecho do livro em pdf, clique aqui.

4 comentários:

Michelle Henriques disse...

Eu presenteei uma amiga com esse livro há uns dois anos.
Depois do seu texto fiquei com vontade de lê-lo. Esse autor é ótimo!
Beijos

Melissa Padilha disse...

Eu acho que livros assim mais leves seja YA, chick lit ou um romancezão clichê, são ótimas opções para aqueles períodos de ressaca literária ou depois de ler um livro muito denso.
Eu já tinha visto a capa desse livro por aí, mas nunca tinha parado para dar uma atenção especial.
bjão!!

Pipa disse...

É bem levinho mesmo, um pouco triste, afinal fala de uma separação, mas eu estava super de ressaca literária e só queria ler coisinhas assim, YA e nada mais.
É bonitinho :) Mas ainda prefiro Eleanor & Park! :)

beijo,

Pipa

Rosangela Neres disse...

Gostei da resenha, Paula! E gostei do livro. Leitura bem leve, que recomendo.

Abraço!